Início > Gestão de Pessoas - FAQ > FAQ Aspectos Comportamentais da Gestão de Pessoas

FAQ Aspectos Comportamentais da Gestão de Pessoas

1.1 AS DIFERENÇAS PERCEPTUAIS PODEM INFLUENCIAR OS RELACIONAMENTOS INTERPESSOAIS? A percepção social nem sempre é racional, são muitas as vezes que ela decorre das intimas convicções das pessoas, estas diferenças perceptuais podem influenciar nos relacionamentos interpessoais, pois há uma variável entre o estimulo social e a consciência de cada indivíduo. Além fonte de percepção com decorrência natural, é a seletividade, que já está presente no subconsciente, o que faz com que as pessoas tenham maiores estímulos a perceber aspectos positivos ou negativos, conforme seu entendimento, pendendo há um preconceito. Para a formação da percepção verificamos ainda, que algumas pessoas, possuem pré-disposição para percepção de forma diferente dos demais, devido ao seu condicionamento, ou seja, devida a sua cultura ou educação. Por fim, o estado situacional que se encontra o sujeito poderá intervir em suas percepções, divido á fatores presentes, sensações, estado de espírito, humor, condição social, sensações físicas.

1.2 QUEM INVESTE NO AUTOCONHECIMENTO AUMENTA SUAS CHANCES DE SUCESSO. VOCÊ CONCORDA COM ESSA AFIRMAÇÃO? POR QUE? Certamente. Pois buscando o autoconhecimento se estará fortalecendo a inteligente intrapessoal, a qual também é chamada de inteligência emocional sendo a essência do autoconhecimento que é conhecer as próprias emoções, motivar-se, reconhecer as emoções nos outros e melhorar os relacionamentos. O autoconhecimento é ponto de partida para toda a mudança pessoal, o que facilita na adaptação para novas funções, projetos e ambientes de trabalho.

1.3 COMO O FEEDBACK DO LÍDER PODE INFLUENCIAR O COMPORTAMENTO DE SUA EQUIPE? O Feedback do líder pode influenciar no desempenho dos subordinados de forma a alavancar ou despencar seus rendimentos. Alavancar se o Feedback busque identificar o problema, trazendo a tona suas conseqüências; deve ser específico e oportuno, sendo aplicado de forma direta e em um momento propício a ele; destacar aspectos passíveis de mudança; evitando comentários sobre valores, crenças e educação pessoal; apontando características positivas que podem ser melhoradas; estabelecendo padrões de melhoria; oferecendo ajuda e orientação. Contudo, o mau uso desta ferramenta na relação profissional pode desencadear um processo contrário, fazendo com que baixe a auto-estima do subordinado, caindo-lhe o rendimento.

2.1 QUAIS SÃO AS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DO PROCESSO DE APRENDIZAGEM? As principais características do processo de aprendizagem são compostas pela mudança de comportamento, que basicamente resume-se em colocar em prática um treinamento observado, desenvolvendo-o em seu dia-a-dia, melhorando a atitude em relação ao que se espera desenvolver. Por em prática a aprendizagem, buscando desta forma a perícia na ação de determinada tarefa, juntamente com a avaliação de forma a melhorar o desempenho. Permanência do Comportamento Adquirido, com o inicio de uma nova atitude, se não lhe for dada continuidade, esta cairá em desuso, conseqüentemente, vindo a perder o que se buscava desenvolver. Aprendizagem como influencia no desempenho, a conseqüência da aprendizagem não é observável. O que se nota é o nível de produção que se está atingindo com o conhecimento adquirido.

2.2. QUE RELAÇÃO TEM AS IDÉIAS DE PAULO FREIRE (PEDAGOGIA DA AUTONOMIA: SABORES NECESSÁRIOS Á PRÁTICA EDUCATIVA. 1997) COM O PAPEL DO LÍDER COMO EDUCADOR? O processo de treinamento constante já é uma estratégia em diversas organizações, onde o líder tem o papel facilitador de aprendizagem de indivíduos e equipes. Na lição de Paulo Freire, ensinar é promover a construção do conhecimento, de forma a passar a rotina de trabalho, executá-la com o subordinado e refletir sobre a experiência adquirida, processo este que o líder também ganha conhecimento. Ensinar é pensar certo, o que reflete desenvolvimento de mudanças, respeito com os liderados, agir ética em todas as ações, dar o exemplo nos procedimentos, aproveitando as diferenças e assumindo novos comportamentos para estimular a iniciativa dos subordinados ao atingir os resultados da empresa. Ensinar é escutar, ao incentivar atitudes de iniciativa na pratica do processo, se está coletivizando o saber, fazendo com que os subordinados assumam riscos e busquem soluções, se comprometendo com o que se propõe a fazer.

2.3. QUAIS SÃO AS PRINCIPAIS DIFERENÇAS COMPORTAMENTAIS ENTRE O MODELO BUROCRÁTICO DE GESTÃO E O DAS ORGANIZAÇÕES CONTEMPORÂNEAS? O modelo burocrático é composto essencialmente pelo formalismo, que prevê o desempenho profissional em padrões técnicos e comportamentais alinhados á um modelo referencial, sem que haja insurgências autônomas, não existindo espaço para analise critica do processo laboral. Temos ainda a impessoalidade, como padrão não há uma participação do processo de gestão organizacional pelas pessoas, pois são tratadas cargo em que se encontram, visando, com isto, promover estritamente as atribuições dele decorrente. E por fim, temos o profissionalismo como determinante em função da competência técnica, e não de competências interpessoais. Já o modelo de gestão das organizações contemporâneas encontra-se de forma antagônica com o que vimos no modelo burocrático, pois aquela visa entrelaçar a partilhar, colaboração, confiança e a autoridade, voltadas para o conhecimento. Havendo uma integração geral das pessoas aos processos de gestão. Nota-se neste modelo que a motivação da base da pirâmide hierárquica da organização é que promoverá os resultados empresariais. Este modelo prioriza a atuação das equipes, afastando a impessoalidade, o que requer, também, maior capacitação dos envolvidos para realização das atividades específicas. Verifica-se neste modelo que a prosperidade da empresa depende da inovação e que está intrinsecamente ligada a atuação humana, o que implica em migração do alto profissionalismo para investidas em comprometimento das pessoas, tendo em vista os valores e as metas da organização.

2.4. NA SUA EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL, VOCÊ CONSIDERA QUE PREDOMINAM OS COMPORTAMENTOS BUROCRÁTICOS OU OS COMPORTAMENTOS INOVADORES? POR QUE? (POR R. BLAZIUS) Em minha experiência profissional, entendendo que, atualmente, por me encontrar em um patamar de atuação há mais de 5 anos na função, o próprio mercado me forçou a tomar uma atitude predominantemente inovadora. Pois que, inicialmente quando não se tem experiência para desenvolver as atribuições e também pela necessidade de se ter em mente consolidadas as regras de condutas a serem desempenhadas na rotina profissional o comportamento burocrático é que deve ser seguido. Bem como ensinam Dave e Verga (Gestão de pessoas e subjetividade. São Paulo. Editora Atlas, 2001), somente se desempenha a atitude inovadora após de ter o conhecimento total de suas respectivas atribuições.

3.1. COMENTE SOBRE A UTILIDADE DA ÉTICA NA VIDA PROFISSIONAL? necessita para atingir os objetivos. A ética esta fortemente equacionada ao apresentar um comportamento adequado, correto, aceitável, segundo os padrões estipulados pela sociedade, ou seja, o que a coletividade entende como sendo o mais acertado a se seguir. Sendo assim, a vida profissional sendo equalizada conforme as disposições de proceder segundo as teorias da ética, se estará assegurando a aceitação pela coletividade de um proceder correto, alinhado ao que se pode esperar de uma pessoa emanada de caráter e equidade também o fariam em situação análoga.

3.2. COMENTE SOBRE O ASSÉDIO MORAL E SUAS REPERCUSSÕES? Infelizmente o assédio moral ainda está fortemente presente na maioria das organizações. Este assédio é difundido a partir do momento que surge a intenção de diminuir, constranger, desqualificar a pessoa ou o profissional, de forma comissiva ou omissiva, com o intuito de comprometer a carreira profissional atual ou o ambiente de trabalho. Esta violência psicológica afeta diretamente no desempenho da vítima, provocando-lhe desgaste, angústia, medo desconfiança e desmotivação. Não sendo realizado o combate direto por meio de seus imediatos que geralmente possuem maior abrangência sobre os demais, pode-se agravar o quadro, levando á demissões, doenças psicossociais e processos trabalhistas.

3.3. COMENTE SOBRE A IMPORTÂNCIA DE UMA POSTURA ÉTICA ORGANIZACIONAL? A postura ética organizacional visa cultivar um comportamento responsável e adequado de forma geral dentre as pessoas que fazem algum tipo de ligação com a empresa que pratica ações sempre direcionadas á feitos éticos e buscam melhorias para seus envolvidos.

4.1. DE QUE MODO AS FALHAS NO PROCESSO DE COMUNICAÇÃO PODEM PREJUDICAR A ORGANIZAÇÃO? As falhas no processo de comunicação prejudicam os objetivos da organização quando influem na transmissão de estratégias de níveis mais elevados para as bases, também chamados de direção descendente. Prejudicam ainda, quando ocorrem falhas na elaboração de relatórios, ou em demais relações emanadas do próprio agente, chamada de comunicação ascendente. E por fim na comunicação horizontal, em que as falhas alcançam outras áreas, prejudicando também diferentes equipes e departamentos.

4.2. POR QUE É IMPORTANTE O LÍDER SABER “LER” OS ASPECTOS NÃO-VERBAIS DA COMUNICAÇÃO DOS SEUS COLABORADORES? É importante o líder saber verificar os aspectos não-verbais emitidos por seus colaboradores tendo em vista de que, segundo pesquisas, 55% da comunicação interpessoal é emanada pela linguagem corporal, contra 7% por palavras e 38% inflexão de voz. Desta forma, poderá ele verificar se a maneira de executar e proceder do colaborador estão adequados, se seu nível de motivação está em seu patamar aceitável e se é possível exigir mais deste para que aumente seu rendimento e motivação.

4.3. QUAIS AS PRINCIPAIS BARREIRAS DE COMUNICAÇÃO EXISTENTES EM NA SORGANIZAÇÕES? As barreiras de comunicação poderão ser encontradas no emissor, no receptor, em ambos de forma conjunta e no próprio ambiente. A forma de transmitir a mensagem, as características pessoais dos envolvidos, os interesses, a falta de tempo disponível para a devida atenção, o local em que são transmitidas as informações podem influenciar diretamente na comunicação. Devendo-se buscar sempre harmonizar os 4 pontos de referencia para se desenvolver uma comunicação com aproveitamento em alto nível.

5.1. SE UM TRABALHADOR FOR UMA PESSOA ESFORÇADA E MOTIVADA, MAS NÃO TIVER AS HABILIDADES NECESSÁRIAS PARA A TAREFA QUE LHE CONFIARAM, QUAL SERÁ O RESULTADO? Este trabalhador provavelmente irá cometer erros que poderão prejudicar substancialmente o foco de trabalho. Mesmo contando com interesse em realizar a tarefa em alta, deve o líder acompanhar e direcionar o subordinado para que atinja, satisfatoriamente, o objetivo definido.

5.2. COMO SERÁ O TRABALHO DE UM COLABORADOR DESMOTIVADO, PORÉM TALENTOSO? Quando o colaborador, mesmo que talentoso e conhecedor das técnicas de trabalho, se estiver com sua motivação abaixo do aceitável, seja por conta de questões pessoais ou muito tempo na mesma função, não terá o rendimento adequado e provavelmente fará o mínimo possível para que seja mantido nas condições que se encontre. A solução para isto seria de motivar e apontar novos desafios, novas tarefas mesmo que paralelas, para que o colaborador tenha novos focos e aumente sua motivação, aumentando conseqüentemente seu rendimento.

6.1. QUAIS SÃO AS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DA LIDERANÇA CONECTIVA E EM QUE ELA SE DISTINGUE DAS DEMAIS? A liderança conectiva tem suas características concentradas no líder que busca uma integração de seus subordinados com os objetivos da empresa, fazendo-os participarem ativamente dos processos e tarefas de forma comunitária, fortalecendo as pessoas em seu setor em busca de um crescimento contínuo pessoal e profissional, associando as visões e sonhos do grupo em prol das necessidades da empresa. Este tipo de liderança também reúne outros líderes e liderados para que resolvam problemas comuns. Esta abordagem de liderança se distingue das demais por colocar o líder em um papel de educador, facilitador dos processos e gestor de novas habilidades individuais, demonstrando, primeiramente, o próprio exemplo de esforço individual e motivando os demais de forma a atingir os objetivos da organização.

6.2. COMO VOCÊ VÊ A ATUAÇÃO DO LÍDER NO UNIVERSO DO TELETRABALHO? O líder no teletrabalho age como um organizador e motivador para se atingir os resultados. Pois que, não terá o controle de supervisão que teria um líder e terá problemas com comunicação. Contudo, terá condições de agregar as pessoas e controlar os resultados.

7.1. COMO VOCÊ EXPLICA A FORMAÇÃO DE UM GRUPO E SUA TRANSFORMAÇÃO EM EQUIPE? A formação de um grupo se dá pela necessidade de se realizar uma ou mais tarefas com a necessidade de se alocar diversas pessoas. O grupo toma sua forma passando primeiramente pela observância do ambiente em que será realizada a tarefa, quais os objetivos e possibilidades de realização. Após isto, o grupo se define conforme os seus integrantes, características pessoais, tipo de missão e seu próprio tamanho, que influenciará nas derivadas formas de se realizar cada objetivo. Por fim, o grupo é moldado tendo em vista as características e habilidades individuais dos participantes, através de conhecimentos, experiências e interesses que são alinhados ao fim do grupo de forma comum. O sucesso deste grupo então se transforma em equipe, que terá, por sua vez, sua formação pré-estabelecida, em um padrão definido, podendo até serem dissolvidos alguns indivíduos do modelo inicial, mas já se tem a idéia central da necessidade de formação, aspectos importantes que se necessita para atingir os objetivos.

7.2. ESTABELEÇA UM PARALELO ENTRE UMA EQUIPE AUTOGERENCIADA E UMA EQUIPE MULTIFUNCIONAL? A equipe autogerenciada tem por sua essência autonomia difundida em todos os seus membros, os quais necessitam efetuar decisões rápidas visando melhorar os resultados, contratando pessoas e utilizando recursos. Já a equipe multifuncional ou equipes de projetos são compostas por pessoas especialistas em diversas áreas com o objetivo de desenvolver atividades específicas, podendo ser totalmente fragmentadas após a realização de seu objetivo.

  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: